Provavelmente o blog mais (des)interessante que conheceste ... Sobre tudo, sobre nada, sobre ti, sobre nós, sobre ... TUDO!!

 

“ Ai meu amor, o que eu já chorei por ti e sempre pra sempre gostarei de ti …”
 
Não sei se algum dia irás ler, é certo que já imaginei este post de diversas maneiras, com várias frases, várias palavras, um texto longo … muita imaginação (diga-se de passagem). Mas no fundo o que te queria contar era uma lindaaaa história, história essa onde tu és protagonista! Talvez não te o diga todos os dias, mas tu foste sem dúvida a melhor coisa que aconteceu nos últimos quatro anos, pois é e é por isso que este post tem tudo haver contigo, comigo, connosco! Já lá vão quatro anos e tenho à minha frente um quadro com diversas fotos nossas, em fases diferentes, em sítios diferentes, em momentos diferentes, talvez até em anos diferentes e o que é certo é que vejo tudo de bom, até mesmo o que foi mau, foi bom! Estranho não é?
Na realidade, enches me o coração de coisas boas, de momentos inexplicáveis - e apesar de querer sempre mais -  acabei por não dar valor aqueles que já me deste e agradecer-te. Não penses que não amei, porque amei todos eles cada dia mais, cada dia de uma maneira diferente, cada um de um jeitinho tão especial, tão terno, tão nosso (mas acho que é mesmo do sexo feminino, querer sempre mais e mais).
            Já rimos, já chorámos, já gritamos, já corremos, já tiramos imensas fotografias, já tivemos ciúmes, já demos um tempo, já visitámos muitos sítios, já dormimos juntos, já fizemos amor, já fizemos sexo … já vivemos! Eu já cresci imenso contigo, já te pedi que abrandasses o passo, já te pedi para cresceres! Foi bom não foi? Eu amei todos estes momentos. Gosto tanto de ti, gosto quando ficas aqui comigo, quando me fazes rir, quando rimos de coisas parvas, gosto quando fazes o lanche e quando te enroscas comigo na cama.
            E é por isso que eu não me canso de te dizer que te amo e que quero passar contigo todos os meus bons e maus momentos porque sei que estarás lá.
“ Um ponto de luz, que me seduz. Acesso na alma. Um ponto de luz, que conduz. Acesso na alma. (…) liberta-me a mente.”
            Mesmo que um dia e não ponho isso como impossível, a nossa relação termine, terei por ti sempre, mas sempre um carinho muito especial, porque és sem duvida um bom homem, um bom coração, um homem verdadeiro, com os seus defeitos claro. Até lá viveremos “mais um dia de magia, de ternura e emoção (…)” :D

 Joana

Tem ar de ter sido escrido por ... oAntónioEaJoana às 00:47 |
Sinto-me ... : apaixonada!
Ouvindo ... : Sara Tavares - Ponto de Luz
PA-RA-BÉNS!! =)
António a 7 de Janeiro de 2010 às 14:43